Serviços e Especialidades

2ª a 6ª feiras
das 8:00 às 12:00 hrs
13:30 às 18:00 hrs

Sábados
das 9:00 às 13:00 hrs.

Diagnóstico Laboratorial

2ª a 6ª feiras
das 8:00 às 12:00 hrs
13:30 às 17:00 hrs

Sábados
das 9:00 às 11:30 hrs.

Brucelose canina

1. Por que a brucelose canina é importante?
A brucelose canina é uma doença infecto-contagiosa que causa problemas reprodutivos, principalmente em canis. Também é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para o ser humano, sendo considerada uma doença ocupacional, estando mais expostos a ela os criadores de cães e os médicos veterinários. A prevalência é desconhecida uma vez que não é exigida a notificação dos casos positivos para as autoridades competentes. O animal infectado pode transmitir a doença por longo período, quando mantido em contato com animais saudáveis.

2. Qual é o agente responsável pela brucelose canina?
É uma bactéria, Brucella canis, que pode sobreviver em locais úmidos e escuros, sob baixas temperaturas, por longos períodos.

3. Como a brucelose canina é transmitida?

• De cão para cão
Brucella canis é encontrada principalmente no trato reprodutivo. Em cães infectados, a bactéria é encontrada na placenta, no feto e anexos fetais, secreção vaginal, nasal e ocular, sêmen, leite, urina, fezes e saliva. A forma mais comum de transmissão é contato oro-nasal com a secreção vaginal de fêmeas infectadas, durante a fase de estro, cópula ou aborto. Machos que tem a doença de forma crônica podem transmitir o agente através da urina, por anos seguidos, mesmo depois da castração.

• Do cão para o ser humano
O cão é o reservatório natural do agente. A forma mais comum de infecção para o ser humano são aerossóis ou contato direto com os produtos do aborto, secreção vaginal ou sêmen.

4. Quais são os sintomas no cão infectado?
Por ser uma doença do trato reprodutivo, a manifestação mais comum é aborto entre 45 e 59 dias de gestação. Outros sintomas seriam falha na concepção, macho infértil, baixa qualidade do sêmen, atrofia testicular e dermatite escrotal. Sintomas inespecíficos para ambos os sexos incluem letargia, perda de libido e linfadenopatia generalizada.

5. Como é a doença no ser humano?
Apesar do ser humano ser relativamente resistente à infecção por B. canis, indivíduos imunossuprimidos, gestantes e crianças formam um grupo de risco que podem desenvolver a doença com diferentes graus de severidade.

6. Como diagnosticar a Brucella canis?
A sorologia é a forma mais comum de diagnóstico, estando disponíveis vários testes rápidos.

Para saber mais, entre em contato com equipe de Médicos Veterinários do PET IMAGEM DIAGNÓSTICOS VETERINÁRIOS

Voltar
Pet Imagem Vega Pix | Imagem & Criação

Rua Senador Batista de Oliveira, 202 | Curitiba/PR
Fone: 41 3076-4300 | Fone/Fax: 41 3267-4303

Orkut Facebook